A Corin e a pandemia do coronavírus: trilhando novos caminhos e soluções

José Luis Luque, coordenador da Corin

 

A suspensão das atividades da UFRRJ devido à pandemia do coronavírus trouxe vários desafios a todos. E na Coordenadoria de Relações Internacionais e Interinstitucionais (Corin) não foi diferente.

 

Logo após a suspensão, estabelecemos um grupo de whatsapp para a manutenção do fluxo de informações, agilidade no atendimento das demandas do setor e coordenação diária das ações, viabilizando o atendimento das solicitações e a tramitação dos processos administrativos urgentes de forma remota. Optamos ainda pela realização de reuniões periódicas, via plataforma RNP, que se tornaram muito úteis para alinharmos nossas ações.

 

Com 34 alunos de graduação em mobilidade acadêmica internacional em países como Portugal, Espanha, Noruega, México, Colômbia, Argentina, entre outros, foi premente o estabelecimento de um canal de comunicação permanente para monitorar a situação dos nossos alunos, colocando à disposição nossos contatos institucionais (e-mail) e pessoais para maior apoio aos discentes e fluidez na comunicação. Nossa principal recomendação foi que seguissem as orientações das instituições anfitriãs, que também nos mantinham informados da situação por meio de seus comunicados oficiais. Além disso, reforçamos aos discentes a importância dos cuidados pessoais necessários nessa fase da pandemia.

 

Uma importante e desafiadora decisão foi a manutenção dos editais de mobilidade acadêmica internacional que dependiam exclusivamente da UFRRJ. O edital n.02/2020 que disponibiliza 15 auxílios financeiros para estudantes de graduação da UFRRJ que queiram realizar a mobilidade em universidades da Espanha e de Portugal encerrou as inscrições em 30 de abril. E, nos próximos dias, lançaremos o edital para mobilidade na América Latina e no Caribe. As inscrições estão sendo feitas por e-mail e as atividades de mobilidade serão efetivadas somente em 2021. Vale lembrar que os editais que dependem de associações internacionais e instituições parceiras, como o Grupo Coimbra (Bramex e Bracol) e a Reari (Utrecht e Aix-Marseille), foram suspensos e serão remanejados para 2021.

 

Outra preocupação da Corin foi dar continuidade aos cursos de idiomas que estavam sendo oferecidos antes da suspensão das atividades. Duas turmas dos cursos de chinês e duas de francês estão sendo oferecidas no modo online. Avaliaremos essas experiências de aulas online para verificarmos a possibilidade de ampliação dos cursos de línguas para outros câmpus da UFRRJ quando do retorno das atividades.

 

E, no sentido de continuar com seu papel informativo, de divulgação de atividades e da importância destas no processo de internacionalização da UFRRJ, reforçamos nossa atuação em nossas contas no Facebook (@ufrrjcorin), Instagram (@corin_ufrrj) e Twitter (@corin_ufrrj).

 

Adaptando-se a estas novas condições, e aos novos desafios deste momento difícil, a Corin continua trabalhando arduamente em ações que consolidem e aprofundem o processo de internacionalização institucional da UFRRJ.

 

 

 

 


Postado em 05/05/2020 - 10:10
Skip to content