Animais do câmpus Seropédica recebem cuidados de equipe multiprofissional

por Luciano Alonso*

Uma triste realidade na sociedade é o abandono e os maus tratos aos animais. A UFRRJ, câmpus Seropédica, conta com equipe formada por profissionais e estudantes que há anos se dedicam a transformar esse quadro. Medidas para coibir o abandono estão sendo desenvolvidas, com responsabilização das pessoas que cometem essa ação indefensável. É missão da Universidade oferecer ampla formação aos seus estudantes e servir de modelo para a comunidade de seu entorno, com práticas e técnicas modernas para lidar com os diferentes desafios do mundo cotidiano.

Cuidar dos animais que vivem dentro do seu câmpus é um dever que a Universidade precisa cumprir de forma humanitária e seguindo parâmetros científicos e técnicos. A equipe do Hospital Veterinário da UFRRJ (HVPA) tem propiciado esse avanço na relação entre humanos e animais, garantindo suporte aos grupos de voluntários e aos grupos organizados de extensão, que cuidam dos animais comunitários, como o Grupo Quatro Patas Ruralinas, o Programa PAI e o Projeto AMA, além de pessoas independentes que atuam na causa animal. Ainda há muito a ser feito e a conscientização para a valorização da vida em todas as suas formas é o princípio fundamental que tem orientado a política de bem-estar animal na UFRRJ.

Na atual necessidade de isolamento social pela pandemia da COVID-19, as atividades essenciais de cuidados com os animais têm acontecido com o suporte médico veterinário do HVPA e de outros setores do Instituto de Veterinária, incluindo exames de ultrassonografia e outros exames complementares. A mensagem que os coletivos da Rural passam para a sociedade nesse momento é: não abandonem animais, cuidem deles e fiquem em casa. 

 

 

*Professor, coordenador e responsável técnico pelo Projeto AMA

 


Postado em 08/05/2020 - 16:57
Skip to content