Estudo da UFRRJ avalia impacto das medidas de auxílio emergencial sobre a economia do país

Manutenção de renda mínima para famílias de baixa renda tem gerado receitas para o Governo e impactado positivamente os setores produtivos.

 

Um estudo recente do Programa de Pós-graduação em Economia Regional e Desenvolvimento da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (PPGER/UFRRJ) apontou os impactos da injeção de recursos na economia brasileira através das medidas de auxílio emergencial sobre o Produto Interno Bruto (PIB), a arrecadação do governo e os setores produtivos do país. Adotados no início deste ano, a ampliação do programa Bolsa Família e o socorro emergencial têm como objetivo a garantia de renda de pessoas em situação de vulnerabilidade que perderam renda ou emprego durante a pandemia do coronavírus.

Acesse as principais conclusões do estudo clicando aqui.


Postado em 16/07/2020 - 16:48
Skip to content